Lisboa, Portugal, O que fazer, Alugar Carro em Lisboa,

 


Museu das Coleções de Gulbenkian em Lisboa


Visite o Museu Calouste Gulbenkian em Lisboa. O Museu Calouste é um dos mais famosos museus de Lisboa. Ele fica no mesmo centro da Fundação Calouste Gulbenkian, cujo projeto se deve aos arquitetos Alberto Pessoa, Ruy de Athouguia e Pedro Cid. O museu se dedica à exposição de peças de arte moderna e antiga, mas de toda a enorme coleção, apenas aproximadamente 1000 estão expostas ao público.

Museu Calouste Gulbenkian em Lisboa

História do Museu Calouste Gulbenkian

Foi em 1969 que o museu abriu suas portas, mostrando a coleção de Calouste Sarkis Gulbenkian, um industrial armênio que se fixou em Portugal no século XX, e que desde muito cedo começou a colecionar objetos relacionados à arte. Muitos objetos, o magnata teve que ir atrás por mais de 40 anos, até que finalmente doou sua coleção a Portugal, logo antes de morrer, em 1955. A coleção é uma das mais privadas de toda a Europa. Em 2001 o museu foi renovado, período no qual muitas de suas obras foram temporariamente expostas em Nova York, no Museu Metropolitano.

História do Museu Calouste Gulbenkian

Informações sobre o Museu Calouste Gulbenkian

A sua vasta coleção reúne obras que vão desde 2000 a.C até os dias de hoje. Merece destaque a coleção de moedas helênicas, obras orientais de porcelana, peças romanas e as jóias grecorromanas. O museu fica na Avenida Berna, 45. Abre diariamente das 10h às 18h, menos às terças, quando o museu fecha. A entrada custa 5€ e aos domingos é grátis. 

Informações sobre o Museu Calouste Gulbenkian

Como economizar muito em Lisboa e Portugal

Não deixe de ver a matéria de como economizar muito em Lisboa com dicas incríveis para você economizar muito em sua viagem.


Veja outras matérias imperdíveis para quem vai viajar à Lisboa:
O que fazer em LisboaPrincipais atrações, passeios e lugares da cidade.
Seguro obrigatório para EuropaComo fazer o melhor seguro e pelo menor preço.
Onde ficar em Lisboa: Melhores regiões para se hospedar em Lisboa.

Postar um comentário

 
Top