Lisboa, Portugal, O que fazer, Alugar Carro em Lisboa,

 


Visita ao Mosteiro de Alcobaça


Conheça o Mosteiro de Alcobaça, o primeiro monumento de estilo gótico de Portugal e onde se deu a trágica história de amor entre Pedro e Inês de Castro. O Mosteiro de Alcobaça fica na região central do país, na cidade de Alcobaça. Foi classificado como Patrimônio da Humanidade pela UNESCO, em 1989, e também é considerado uma das 7 Maravilhas de Portugal. Como dá para ver, este lugar é realmente incrível, tanto pela arquitetura e interior quanto pela sua história e época. Afinal, o monumento tem já cerca de 900 anos! Mesmo sendo uma obra antiga, está quase intacta, onde ainda é possível admirar as dependências medievais e a igreja gótica. 

Mosteiro de Alcobaça

E se você está planejando viajar para lá, não deixe de conferir também as dicas imperdíveis de como economizar muito em Portugal. São dicas muito boas, que valem a pena, e vão fazer você economizar muito em todo o planejamento da viagem e quando estiver lá. Sua viagem à Portugal vai sair mais barata do que imaginava e você poderá gastar mais para aproveitar ainda mais sua viagem. Agora veja tudo sobre o Mosteiro de Alcobaça.

História do Mosteiro de Alcobaça

O Mosteiro de Alcobaça foi iniciado em 1179 pelos monges da Ordem de Cister ou Cisterciense, também conhecidos pelos monges brancos, devido à cor de seu hábito. Os monges de Cister tinham a intenção de ser como São Bento, viver do trabalho e sem acumular riquezas. Foram para Portugal e construíram eu primeiro templo: o Mosteiro de Tarouca, em 1140. Mais tarde, D. Afonso Henriques, empenhado na Reconquista aos mouros, doou muitas de suas terras a um desses monges, Bernardo de Claraval, incluindo terras da região de Alcobaça. Foi nesse período que se deu o início da construção do Mosteiro da Alcobaça. Os primeiros monges brancos do Mosteiro de Alcobaça foram muito prestativos, desempenhando uma função civilizadora no início. Em 1834, com a extinção das ordens religiosas, o Mosteiro de Alcobaça ficou no abandono.

Igreja do Mosteiro de Alcobaça

História de amor de Pedro e Inês de Castro

A história do amor trágico de Pedro e Inês de Castro conta que o infante D. Pedro tinha como amante Inês de Castro, que era a dama de comanhia de sua esposa, D. Constança Manuel. D. Pedro e Inês marcavam encontros frequentes nos jardins da Quinta das Lágrimas, em Coimbra. Após a morte de Dona Constança, em 1345, D. Pedro passou totalmente a viver com Inês, o que desagradou bastante o rei D. Afonso IV (pai dele). Com a reprovação do rei, a corte e o povo também eram contra. Foi tanta a pressão, que D. Afonso IV acabou mandando assassinarem Inês, em 1355. Pedro, com toda a dor por perder a amada, liderou uma revolta contra seu pai, o Rei. Quando assumiu em 1357, Pedro mandou prender e matar os assassinos de sua falecida amada; arrancando-lhes o coração. Esse episódio lhe deu o nome de Pedro o Cruel. Anos mais tarde, Pedro afirma ter se casado com Inês em segredo e assim, impôs o reconhecimento como rainha de Portugal. Em 1360, ordenou que o corpo de Inês fosse trasladado de Coimbra para o Mosteiro de Alcobaça. Foi lá que também mandou construir seu túmulo, para que assim os dois pudessem descansar em paz e juntos.

Túmulo de D. Pedro no Mosteiro de Alcobaça

Partes do Mosteiro de Alcobaça

O Mosteiro é composto por uma Igreja e três claustros. Todos têm dimensões enormes, divididos em dois andares e várias alas. Ao todo, o Mosteiro possui uma área construída de 27.000 metros quadrados. Tanto a igreja quanto o primeiro claustro, foram erguidos em estilo pré-gótico, entre 1178 e 1240. A igreja foi inaugurada em 1952, em estilo totalmente gótico, o primeiro a ser erguido nesse estilo em solo português. A última construção foi do Claustro da Biblioteca, também chamado de Claustro do Rachadoiro, entre os séculos XVII e XVIII. Na fachada, vale a pena ressaltar as duas imagens a cada lado do pórtico: a estátua de São Bento e a de São Bernardo. 

Estátua de São Bento e a de São Bernardo na fachada

Túmulos importantes do Mosteiro

Dentro da Igreja do Mosteiro ficam os túmulos dos reis D. Afonso II e de D. Afonso III, a cada lado da Capela de São Bernardo. Diante deles ficam os túmulos de suas mulheres; D. Urraca e D. Beatriz, respetivamente. Já os túmulos de D. Pedro I e de D. Inês de Castro ficam em cada lado do transepto. Nos túmulos estão representadas as cenas da História de Portugal. 

Túmulo D. Inês no Mosteiro de Alcobaça

Visita ao Mosteiro de Alcobaça

Para chegar ao Mosteiro de Alcobaça, pegue a estrada A8 desde Lisboa ou Leiria e pegue a saída para Alcobaça/Nazaré e depois siga pela Estrada Nacional 8-5 em direção a Alcobaça. O horário de visita ao Mosteiro de Alcobaça é: de outubro a março das 9h às 19h e de abril a setembro das 9h às 19h; fechando nos dias 1 de janeiro, domingo de Páscoa, 1 de maio, 20 de agosto e 25 de dezembro. O bilhete de entrada custa 6€.

Mosteiro de Alcobaça

Não esqueça o seguro viagem obrigatório para Europa

Agora que você já sabe tudo sobre o Mosteiro de Alcobaça, uma dica importantíssima que reforçamos para todos que estão planejando ir à qualquer país da Europa é que não se esqueça que fazer um Seguro Viagem Internacional é obrigatório para viajar para lá. Veja nossa matéria de Seguro Viagem para Europa com tudo o que você precisa saber sobre o assunto, quais são os melhores seguros e dicas para fazer um excelente seguro por um preço incrível economizando muito.

Use seu celular à vontade em Portugal e na Europa

Poder usar seu celular em Portugal, na Europa e em qualquer outro lugar do mundo é ótimo, pois ele acaba sendo muito útil. Você pode usar os aplicativos dos pontos turísticos e das cidades, os aplicativos de cupons de desconto, se for alugar um carro você economiza uns 100 euros por não precisar alugar um GPS pois poderá usar o do celular, pode pesquisar os endereços e horários dos lugares, ver a previsão do tempo para se planejar para os passeios e lógico ficar conectado com todo mundo através de aplicativos e postar suas fotos da viagem à Portugal nas redes sociais. Se quiser, veja nossas dicas de como usar o celular à vontade na Europa. É super barato e você vai poder usar seu celular o dia inteiro e em qualquer lugar. E usando a internet do seu celular você poderá pesquisar tudo sobre o Mosteiro de Alcobaça quando estiver lá.

Use seu celular à vontade em Portugal e na Europa

Dicas para aproveitar melhor sua viagem a Portugal

Agora que você já viu tudo sobre o Mosteiro de Alcobaça, uma dica importante é que alguns pontos turísticos, praias, cidades legais e vinícolas em Portugal são um pouco afastados das cidades, e uma ótima opção para aproveitar melhor sua viagem é alugar um carro. Muitos brasileiros estão fazendo isso, pois você pode conhecer várias cidades de Portugal que são lindas e fazer a viagem entre Porto e Lisboa, que é uma das viagens mais bonitas e as estradas são lindas. Se quiser, veja nossa matéria de como alugar um carro em Portugal com dicas de como alugar um excelente carro por um preço incrível, comparadores de preços excelentes, documentos necessários e tudo o que você precisa saber sobre o assunto para economizar e fazer o melhor negócio.

Dicas para aproveitar melhor sua viagem a Portugal

Outra dica importante para economizar dinheiro e tempo é com os passeios. Para conhecer a maioria dos pontos turísticos e museus Lisboa, Porto e Portugal, é preciso comprar os ingressos de cada lugar. A dica é comprar todos os ingressos antes pela Internet, que além de serem sempre mais baratos, você economiza um bom tempo que perderia nas filas das bilheterias e já viaja com os ingressos em mãos e as atrações garantidas. Se quiser, veja aqui na matéria de ingressos para Portugal todas as dicas, os mais vendidos e onde comprar todos os ingressos pelo melhor preço.

Veja outras matérias imperdíveis de Portugal:

O que fazer em Lisboa: Principais atrações, passeios e lugares de Lisboa em Portugal.
Onde ficar em Porto: Melhores regiões para se hospedar em Porto.
Dicas para andar de trem na Europa: Melhores empresas, trajetos, onde comprar passagens super baratas e todas as dicas.

Postar um comentário

 
Top